Resoluções para 2017: vamo dale!

Bem, como já mencionado no post passado, não lembro de quais foram as minhas resoluções de 2016. Realmente não. Lembro vagamente de ter algo como “tirar A em pelo menos uma cadeira da faculdade”, mas como isso não aconteceu, vamos deixar no esquecimento mesmo, né pessoal?

Aproveitando a existência desse blog, venho aqui compartilhar com vocês as minhas 17 resoluções para 2017!

1 – Ser mais de boas

Há poucos dias estive discutindo com a minha família pouco antes de sair para a praia. Motivo? Aparentemente eu só reclamo de tudo. Okay, naquela ocasião eu tinha muitas razões para estar reclamando (meu irmão teve a brilhante ideia de surfar e levar sua prancha no carro. Dentro do carro). Mas resolvi, agora, considerar as reclamações deles. Desde então tenho me esforçado muito, tá difícil a não reclamar de coisas que podem ser deixadas pra lá, simplesmente. Vamos ver o quanto progredirei.

2 – Ter mais foco

Conversando com meus colegas de apartamento, comentei com eles de que eu penso que preciso procurar ajuda médica, pois tenho reparado em mim alguns sérios problemas de concentração. Falando com eles, chegamos à conclusão de que meus problemas de concentração estão parecendo um pouco seletivos. Por exemplo, não consigo ler duas frases de algum texto acadêmico sem perder o foco, mas consigo, sem problemas, passar 12 horas fazendo trufas sem nem ao menos pegar o celular para verificar a internet (faço trufas e vendo para juntar uma grana a mais. Elas são deliciosas, sério. Curtam a pagina: Umas trufas top demais pra gente resumir em um nome.). Óbvio que não descartei a procura por ajuda profissional, mas cheguei à conclusão de que talvez me falte um pouco de esforço para conseguir atingir meu real potencial acadêmico. Vamos tentando.

3 – Manter e criar novos laços, superando os limites do círculo de convívio.

Se tem algo que sou grata por ter ocorrido em 2016 (como dito no post anterior), foi o de ter tido o prazer de conhecer pessoas incríveis. Por ter saído dos limites do meus círculos de amizade e conhecido tanto lugar e tanta gente interessante. Isso vai seguir como uma meta permanente para 2017 e além dele, pois novos laços são sempre enriquecedores, de todas as formas que poderiam ser, e eu quero multiplicar isso de agora em diante: quero me enriquecer de vivências e enriquecer a vida de outros.

4 – The class clown – para uma vida mais leve.

Sim, apesar de ser uma pessoa reclamona – vide item 1 -, eu tenho um humor e tanto, tá?

Estudo em um dos cursos mais elitistas da UFRGS e isso às vezes torna as coisas um pouco difíceis para alguém de baixa renda. Além disso, Porto Alegre às vezes é uma cidade cara e perigosa. Como suporto isso e todos os outro problemas da vida (ainda nem comentei dos crushes né gente)? Com muito, muito humor. Se tem uma coisa que sempre escuto – e amo! – é que faço as pessoas rirem. Sou, basicamente, a louca dos memes. Digamos que eu leve bastante a sério aquela coisa de: vamos rir para não chorar, ou então de rir das próprias desgraças. Para mim, isso é uma força que ajuda a levar a vida de uma forma mais leve, e o bônus é que acabo fazendo a diversão das outras pessoas.

5 – Ir mais ao cinema.

Eu sou uma amante do cinema. Amo acompanhar premiações e ver os mais diversos gêneros de filmes. Gostaria de ir mais ao cinema, mas tem sido cada vez mais difícil por motivos muito simples: organização. Convenhamos, cinema comercial não é exatamente a coisa mais acessível e democrática por aqui, não é mesmo? De alguém com o dinheiro contado, isso exige muita organização e abrir mão de algumas coisas no mês para conseguir assistir a uma simples sessão. Então, minha meta é que em 2017 eu consiga, pelo menos, ver parte dos indicados ao Oscar rs. Vamo que vamo.

6 – Acabar com a meta de leitura.

tumblr_mi52i1ynjq1qzerjgo6_250

Quem me segue no Skoob sabe que ele tem estado meio abandonado. Pois é, esse ano eu simplesmente não consegui dar a devida atenção aos meus livrinhos queridos – afinal, eu mal consegui dar conta das leituras da faculdade!! D:

Mas tudo bem, como no item anterior, isso depende de uma maior organização e gerenciamento do meu tempo. E é o que estou disposta a fazer.

7 – Blog: realização pessoal.

tumblr_mo06d2fiyz1r76lino1_500

Bem, a ideia de ter um blog é algo que me acompanha desde a pré-adolescência. O presente blog é a realização desse projeto de vida, ao qual estou realmente disposta a tocar em frente (eu tenho até esse domínio!!). Bem, a meta aqui em 2017 é me dedicar ainda mais a isso – alô, questão de organização outra vezzz! -. Meu projeto é conseguir quitar algumas contas que tenho pendente e comprar, finalmente, um equipamento para filmagem para levar esse blog a um novo patamar, de forma a facilitar a interação com vocês, caras leitoras e caros leitores. Vamos tocando.

8 – Sophie Turner Brasil.

cee82bfc4835cbc1d72cdaffa618694a

Para quem não sabe, sou co-fundadora da primeira e maior página de fãs da atriz Sophie Turner (Sansa Stark de Game of Thrones e a Jean Grey dos filmes mais recentes da franquia de X-Men) no Brasil. Logo no começo da página, fundada em 2012, tínhamos um site (tinhamos, pois eramos duas fundadoras). O domínio estava no nome de minha colega e ela acabou largando o site após entrar na faculdade, cancelando o domínio do mesmo. Por ser menor de idade, não consegui pegar o domínio para mim e acabei o perdendo. Por esse motivo, esse ano tenho como objetivo o relançamento do mesmo. Aguardem novidades.

9 – Saúde!!!

Bem, digamos que eu tenha sido meio negligente quanto a minha saúde nesse ano que passou. Havia uma lista de profissionais que eu deveria ter procurado: dentista, oftalmologista, ginecologista e dermatologista. Com o passar do ano, essa lista aumentou: quebrei meu pé no final de Novembro, e me foi recomendado que ficasse em repouso, o que não fiz; sendo assim, agora preciso procurar um traumatologista a fim de descobrir a qual passo anda (rs) a recuperação do meu pé. Isso não pode passar do primeiro trimestre de 2017!!

10 – O R G A N I Z A Ç Ã O !

Bem, como já vimos em outros itens aqui, muitos dos meus objetivos em 2017 vão depender de uma maior organização da minha parte: seja em otimizar meu tempo ou em questão de controle de gastos. O que não dá pra negar é que vai ser necessário foco!

11 – Novas inspirações – novos tipos de literatura, novos filmes estrangeiros, novas inspirações de moda.

tumblr_o75ahorkit1v5do3fo1_400

Digamos que eu seja uma diva e me entedie muito rápido. hehe

O que quero dizer é: odeio o que é normal. Odeio quando as coisas de homogenizam, se padronizam. Sou muito fã de novidades, do diferente, do incomum, do andrógeno, e tem muitos estilos que eu costumava gostar muito, mas que agora estão começando a me entediar simplesmente por se padronizarem. Há um certo delay entre novas tendências e o momento de sairem de alta,  e esse período me parece sempre muito longo, dando margem à uma padronização. Por não poder mudar isso, minha meta para 2017 é sempre procurar por novas fontes de inspiração: novos itens, novos filmes, novas peças, novas tendências. Obvio, não procuro ser algo completamente fora do comum, mas vou tentar ao máximo por sempre estar fora de algum padrão  entediante.

Em breve farei algum post sobre essa minha ânsia em não me padronizar e sobre uma grande inspiração para mim: Isis Apfel.

12 – Minha primeira tatuagem e/ou meu primeiro piercing.

Desde que me conheço por gente quero fazer tatuagens. E um piercing. Mais uma vez, precisarei de organização para juntar uma grana para isso. Ainda não tenho uma ideia definidade de qual tattoo desejo fazer, mas quero um piercing no smile/freio e isso é certo.

13 – Aprender definitivamente um idioma.

Bem, digamos que o meu interesse em conhecer outras culturas e seus idiomas tenha sido um dos principais motivos ao escolher Relações Internacionais como curso. Nunca fiz um curso de inglês antes da faculdade, mas já estava no nível intermediário devido a esse gosto por aprender. Ainda estou, aos poucos, entrando na fase de fluência, mas já venho tentando outros idiomas. Tenho dois níveis de espanhol, um semestre de árabe (pasmem), e um nível de francês. Como podem ver, tenho um pouco de vários idiomas, mas não sei efetivamente nenhum. Minha meta, em 2017, é desenvolver minha fluência no inglês e avançar no francês. Vocês podem acompanhar praticando no Duolingo (para quem não conhece o Duolingo, segue uma resenha neste link aqui).

14 – Fazer uma segunda viagem.

giphy

Nunca sonhei com uma carreira. Nunca quis ser médica ou advogada. Até pensei em tentar a carreira de atriz, mas nunca saiu do papel. Não, meu único sonho sempre foi viajar. Sempre quis, e nunca pude, por motivo$ óbvio$. Bem, em 2016 consegui viajar de avião pela primeira vez, ao viajar para o Rio de Janeiro. Até planejo deixar aqui um pequeno roteiro, qualquer dia posto aê. Enfim, foi minha primeira viagem e foi o bastante para me mostrar que: é complicado, mas é possível. Para o exterior tem sido meio difícil, mas meus planos de viajar pela segunda vez ainda este ano estão muito fortes. Mais uma vez, vai depender da minha organização em controlar meus gastos.

15 – Ir a pelo menos 2 shows.

giphy1

Tenho 20 anos e, em toda minha vida, só fui a dois shows. Não, não estou contando aqueles shows de aniversários de cidades e tal (ou seja, estou excluindo um show do Zezé di Camargo & Luciano, tá?). Um show da Fresno, bem depois dos auge deles, e um show do tour de despedida do Forfun. Esse último me deixou chateadíssima por nunca ter ido em outros antes dele. O show que eu realmente não posso deixar de ir, assim que vir para o Brasil, é o do Paul McCartney. Ele é um dos meus maiores – se não o maior – ídolos vivos, e eu ainda não tive a oportunidade de vê-lo. Esse ano, pretendo ir a pelo menos dois shows. Dois pois já tenho decidido que irei no show do maravilhoso Sir Elton John. Amo esse homem incrível que estará se apresentando em Porto Alegre no dia 4 de abril. Sendo assim, pretendo vê-lo e, ainda, curtir mais um segundo show até o final do ano.

16 – Netflix and chill.

giphy2

Uma confissão agora: não sou uma viciada em Netflix. Realmente não. Ainda não assisti nenhuma série inteira e sou capaz de contar nos dedos das mãos o número de filmes que já assisti lá. Portanto, 2017 é o ano para tirar a barriga da miséria, tomar vergonha na cara e quitar aquela lista!

17 – Fechar o ano com minhas contas quitadas – essa vai ser louca!

Bem, como podem ver, além de organização, boa parte do meu ano depende de dinheiro. E o fim dessa lista não poderia ser diferente: grana. O final de 2016 foi uma loucura para mim: pagar a viagem, minhas contas, a fatura dos cartões, aluguel (afinal, quis ser adulta e morar sozinha né rs), enfim, a vida implodiu!! Esse ano não quero passar pelo mesmo sufoco, então bora se: O R G A N I Z A R!!

adult1

E aí, alguém se identificou com algo? Manda as tuas resoluções aí! 😉

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s